Qual o molho certo?

molho e massa

As massas são agrupadas em famílias de acordo com o formato e o tamanho e há um tipo de molho adequado para cada uma. Você pode “romper” as regras e ter uma receita igualmente saborosa com um molho que teoricamente não vai bem com determinada massa, mas se prestar atenção nessa combinação de texturas, certamente terá um resultado ainda melhor. Confira na sequência:

Curtas: Farfalloni, Fusilli e Penne Rigate

São massa que podem ser espetadas com o garfo. O molho certo para elas é mais rústico, com pedaços maiores de legumes ou carnes. Também molhos mais densos aderem melhor a essas massas, além de elas serem as indicadas no preparo de saladas. Exemplos: Farfalloni com Salmão e Fusilli sem Glúten ao Pesto.

Longas: Fetuccine, Linguini, Spaghetti e Tagliatelle

Já essas, são exemplos de massas que aceitam bem molhos simples ou mais condimentados, pois absorvem muito bem os sabores. Os ingredientes em pedaços pequenos são envolvidos pelos fios de massa quando enrolados no garfo. Exemplos: Fettucini Nici com Frutos do Mar e Spaghetti Tailandês.

Para rechear: Conchiglioni

O molho e o recheio devem estar em harmonia, um não deve competir com o outro. Molhos de sabor leve, à base de tomate ou manteiga com ervas, são os melhores. Exemplos: Conchiglioni com Carne de Siri   e Conchiglioni de Bacalhau Gratinado.

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será compartilhado. campos marcados com * são obrigatórios.